Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 14 de setembro de 2009






Pop Star


"Escutem só isso. Estou na roleta. Estou ganhando cinco mil dólares, estou no comando do mundo, seguro o Destino na mão como um isqueiro. Sei Tudo. Sou Tudo. Ninguém me segura. Os continentes tremem. Aí, meu amigo Jon me bate no ombro e diz: "Vamos ver Tab Jones". Quem é Tab Jones?, eu pergunto. "Esquece", ele diz, "Vamos lá ver ele..."

Aí passamos pra outra sala. Lá estava o Tab Jones. Ele canta. Tem a camisa aberta, os pêlos do peito aparecendo. Pêlos suados. Usa um grande cruz de prata sobre pêlos suados. A boca é um buraco horrível numa panqueca. Usa calças apertadas e um dildo. Agarra os colhões e canta todas as coisas maravilhosas que pode fazer com as mulheres. Na verdade canta mal, quer dizer, é horrível. Tudo que pode fazer com as mulheres, mas é uma farsa, na verdade quer é enfiar a língua no ânus de um homem. Me dá vontade de vomitar, ouvindo o cara. E a gente ainda teve de pagar. E quando a gente paga por um pesadelo é um idiota. Quem é esse Tab Jones? Pagam a esse cara milhares de dólares pra usar um dildo, agarrar o saco e fazer as luzes brilharem na cruz. Homem bons morrem de fome nas ruas, e lá está aquele IDIOTA...sendo ADORADO! As mulheres gritam! Elas acham que ele é real! Aquele cara de papelão que come merda quando sonha. Eu digo. "Jon, por favor, vamos sair daqui, minha mente está derrapando, estou ofendido e com vontade de vomitar em meu colo!". "Espere...", diz ele, "talvez ele melhore....". O cara não melhora, piora, berra mais, a camisa se abre mais, a gente vê o umbigo dele. Uma mulher sentada perto de mim geme e enfia a mão na calcinha. "Madame", eu digo, e ela nervosa responde: -"Perdeu alguma coisa"? O botão do umbigo parece um olho morto, é nojento. Até mesmo um pássaro se sentiria ofendido de deixar seu cocô ali. Então o tal Tab Jones se vira e mostra o traseiro pra gente. Eu posso ver traseiros a qualquer hora, em qualquer lugar, e nem mesmo quero, e ali tenho que pagar pra ver aquela bunda gorda e mole! Sabe, já tive momentos difíceis, fui espancado pela polícia, por exemplo, de graça. Bem, quase de graça. Mas olhando aquelas nádegas estúpidas me senti pior do que quando a polícia me espancava de graça. "Jon", eu disse `, "Tenho de sair, senão minha vida se acaba!".
Aí a gente saiu. "Eu só queria ver Tab Jones", Jon se desculpava.
"Tab Jones!". QUEM É ESSE TAB JONES? Que me importa esse Tab Jones? Tab Jones é um idiota! Estou ganhando cinco mil paus, e que é que a gente faz? Vai ver Tab Jones! Quem é esse Tab Jones? Não conheço nenhum Tab Jones. Meu irmão não se chama Tab Jones. Nem mesmo minha mãe! Esse Tab Jones é um idiota!
Aí eu volto pra roleta. Estava ganhando cinco mil dólares e vimos o dildo morto cantar. Quebrou minha concentração. Quem é Tab Jones? Já vi caras melhores catando cocô de gaivota! Onde estou? A roda gira, mas é uma estranha! Pareço um bebê jogado num barril de tarântulas! Que significam esses números? Que significam essas cores? A bolinha branca salta e se crava em meu coração, comendo de dentro pra fora. Não tenho chance. Minha concentração se quebrou! Dildos desfilam, com idiotas pedindo bis! Estou tonto! Mergulho de cabeça com um monte de fichas. Já vejo minha caveira no horrível caixão. Quem é esse Tab Jones? Perco. Não sei onde estou. Uma vez que se quebra a concentração, assim que a gente começa a cair, não tem mais retorno. Sabendo que não tinha chance joguei todas as fichas . Fiz todas as jogadas erradas, como se o inimigo tivesse tomado meu corpo e minha mente. E por quê? POR QUE TÍNHAMOS IDO VER TAB JONES? Finalmente, eu pergunto a vocês:
- QUEM É ESSA PORRA DESSE TAB JONES????"

Nenhum comentário:

Postar um comentário