Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 7 de outubro de 2009



Lar doce Lar

"Estávamos no último andar, o quarto, no alto de um morro. Mas a gente pode olhar pra Los Angeles sem sentir nada, a mínima emoção. Toda aquela gente lá embaixo dormindo, esperando para levantar e ir pro trabalho. Que estupidez. Não só estupidez e irremediável. Uma coisa horrível também. Achei um alka-seltzer. Tomei num copo sujo. Depois descobri um resto de vinho. Abri as cortinas e olhei o sol, que mundo de merda, sem novidades e ainda por cima detesto a pobreza. Gosto de peças pequenas, com espaço suficiente para uma briguinha. Uma mulher. Um drinque. Mas nada de emprego fixo, não dá pra juntar uma coisa com a outra. Não sou tão esperto assim. Me lembrei de saltar pela janela, mas me faltou coragem."

Nenhum comentário:

Postar um comentário