Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 5 de março de 2010





Matando o Tempo

"Fico feliz quando minha mulher pega o carro e sai pra encontrar pessoas. Afinal, tenho meu maldito hipódromo. Posso sempre ir e escrever sobre o hipódromo, aquele grande buraco vazio de lugar nenhum. Vou lá para me sacrificar, mutilar as horas, assassiná-las. As horas perfeitas são as que passo nesta máquina. Mas você tem que ter horas imperfeitas para ter as perfeitas. Você tem que matar dez horas para que duas vivam. O que você tem que cuidar é para não matar TODAS as horas. TODOS os anos."

Nenhum comentário:

Postar um comentário