Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 9 de setembro de 2009




Vida animal

"Passávamos boa parte do dia no parque, olhando os patos. Quando se fica com a saúde abalada de tanto beber e de não ter comida decente para comer, e já se anda exausto de foder para tentar esquecer, não há nada como patos. Podes crer, quero dizer que é preciso sair um pouco de casa, senão você acaba numa fossa danada e não demora está também saltando da janela.
Linda e eu, portanto, sentávamos num banco e olhávamos os patos. Os desgraçados não tinham absolutamente nada para se preocupar - sem problemas de aluguel, ou de roupa, e comendo até dizer chega - passavam o tempo todo deslizando em cima da água, de um lado para o outro, cagando e grasnando. Mastigando, mastigando, se empanturrando sem parar."

Nenhum comentário:

Postar um comentário