Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 2 de maio de 2015






NOVA PÁGINA NO FACEBOOK - Pra quem acompanha e curte o blog, criei uma página no face. Pretendo em breve retomar novas postagens aqui e lá. 


https://www.facebook.com/pages/Charles-Bukowski/413589108813598

domingo, 7 de novembro de 2010



Um Nome a Zelar 


"Já tinha fama de pau-dágua, jogador, bofe, malandro, especialista em pegar qualquer boa boca, como poderia ser visto com aquela sacola suja e asquerosa nas costas? Trabalhando entregando jornais cheios de anúncios classificados?" 

domingo, 24 de outubro de 2010





God Bless America!


"A ganância humana não dá tréguas e desconhece limites. A sociedade americana considera o dinheiro um assunto muito mais sério que a própria morte, o que torna dificílimo conseguir alguma coisa a troco de nada. Não se ganha nada de graça neste mundo. Os comunistas que se danem. Na América quando surge algo bom, os ricos metem a mão e tiram de circulação até estragar ou mudar e só então deixam a gente tira uma casquinha. Mas aqui estou eu, malhando e pichando a América por ter corrido comigo. Um lugar onde sempre procuraram acabar com meu couro, cavar minha sepultura." 



Bukowski, "o que não se vendeu" 


"Onde entrei bem foi na venda dos direitos cinematográficos de Notas de um Velho Safado. Além de estar de pileque, me apareceram com uma buceta de dezoito anos, mini levantada até as cadeiras, salto alto e meias de seda. Fazia dois anos que eu não trepava. Seria capaz de assinar contrato até pela vida inteira. E provavelmente poderia ter entrado com um caminhão de mudança na vagina dela. O pior é que nem me lembro direito." 






Bukowski, "o humilde" 


"Sou um assassino, mas não vou matar ninguém, tenho classe: meu nome é Bukowski! Traduzido em SETE IDIOMAS! SOU O TAL BUKOWSKI! Para mim, a minha merda fede melhor, com exceção talvez de um cachorro. Pra falar a verdade, sou um gênio. Só que o único que sabe disso sou eu." 

Marketing Político 

"A compreensão e amabilidade são os princípios fundamentais do ideal democrático. Ah, eu simplesmente adoro a maneira como o Bobby Kennedy usa aquela deliciosa, gostosa, franja de cabelo tão sexy do lado daquela testa que é um amor. Vocês não concordam?"



Bukowski, "um gentleman" 


"Ah, que droga. Então sentei e abri a garrafa de uísque. Enchi dois copos comuns até a borda, tirei os sapatos, as meias, as calças, a camisa e peguei um dos cigarros dela. Fiquei sentado só de cueca. Sempre faço assim, logo de saída. Gosto de me sentir à vontade. Se a fulana achar ruim, foda-se. Porta da rua, serventia da casa. Mas elas nunca vão embora. Deve ser por causa do meu jeito. Tem umas que dizem que podia ser rei. Outras falam coisas bem diferentes. Fodam-se!" 

domingo, 10 de outubro de 2010






As maiores invenções da humanidade 

"Levantar da cama. Sempre tive ódio disso. Vivia afirmando: "- As duas maiores invenções da humanidade foram a cama e a bomba atômica; não saindo da primeira, a gente se salva, e , soltando a segunda, se acaba com tudo."





 Seu entusiasmo pela vida

"Cecília sentou e ficou olhando a gente beber. Sentia que eu lhe causava repulsa. Eu comia carne. Eu não tinha um deus. Eu gostava de trepar. A natureza não me interessava. Nunca votei. Gostava de guerras. O espaço sideral me entediava. Baseball me entediava. História me entediava. Zoológicos me entediavam."


Valentia

"- Você acredita em valentia?
 - Gosto de ver a valentia em tudo: pássaros, reptéis, humanos.
  - Por quê?
  - Por quê? Me faz sentir bem. É uma questão de estilo diante da falta total de sorte."





O que é ficção?

"- Ficção é a vida melhorada. "




Pega-pega

" - Por que você quer ter tantas mulheres?
  - O problema é com a minha infância. Nunca soube o quer era amor...e carinho. E aos vinte, aos trinta, também tive muito pouco. Estou brincando de pega-pega...
  - Você vai saber quando pegar a pessoa certa?
  - Tenho a impressão que ainda vai demorar o tempo de toda uma outra vida.
  - Você tá é cheio de merda!
  - É por isso que escrevo."



Igual ao Vinho

 "Era bom envelhecer, a despeito do que os outro diziam. Era razoável que um homem tivesse de esperar até os 50 anos pra poder escrever com alguma clareza. Quanto mais rios você atravessa, mais você aprende sobre eles - quer dizer, se você consegue sobreviver á água translúcida e ás rochas ocultas. De vez em quando, era um osso duro de roer, a vida."



Espelho, espelho meu...

"Descansei o fone e fui pegar um drinque. Quando voltava pro quarto, vi a minha pança refletida no espelho. Era feia, obscena. Como é que as mulheres me toleravam?"

  
Bukowski, "o pesquisador" 


"Eu conseguia inventar homens na minha cabeça, pois era um deles; mas, as mulheres, era quase impossível escrever sobre elas sem as conhecer de fato. Assim, eu as pesquisava intensamente, e sempre descobria seres humanos lá dentro. Deixava a escrita de lado. A escrita representava muito menos que o episódio vivido em si, até que terminasse. A escrita era apenas o resíduo."



Inocência


"- É verdade!  Você tem muito mais inocência que a maioria dos homens que eu conheci. 
- Num certo sentido, sempre fui virgem."







Dança


" É duro beber quando se dança. E é duro dançar quando se bebe." 

terça-feira, 5 de outubro de 2010



Velório


"Toda vez que vou a um funeral me sinto como se tivesse comido germe de trigo estufado." 





Pai Herói 


"O enterro de meu pai. Lembro que atravessamos a rua e entramos na casa mortuária. Alguém dizia que meu pai tinha sido um bom homem. Me deu vontade de contar a eles o outro lado. Que ele era um homem ignorante. Cruel. Patriótico. Com fome de dinheiro. Mentiroso. Covarde. Um impostor. Minha mãe só estava há um mês debaixo do chão e ele já estava chupando os peitos e dividindo o papel higiênico com outra mulher. Depois alguém cantou. Nós desfilamos diante do caixão. Talvez eu cuspa nele, pensei." 

domingo, 3 de outubro de 2010



American Woman 

"Me sentia bem fora dos Estados Unidos. A diferença era marcante. As mulheres eram mais bonitas, as coisas pareciam mais calmas, menos falsas."



Beleza Interior 


"A conversa rolou e as meninas cascateavam sobre homens, festas, dança e sexo. Glendoline tinha uma voz estridente, excitada, e um riso nervoso. Ria a toda hora. Era uma quarentona gorda e esculachada. Além disso, era simplesmente feia, igual a mim. Glendoline deve ter falado uma hora inteira sem parar, só sobre sexo. Comecei a ficar tonto. Ela sacodia os braços no ar: 
- EU SOU A MULHER SELVAGEM DAS MONTANHAS! OH, ONDE ESTÁ O HOMEM, O VERDADEIRO HOMEM CORAJOSO QUE VIRÁ ME ARREBATAR? 
- Bem, aqui seguramente é que não está - pensei." 



Hipódromo


"Passei pelo hipódromo. Dei olhada. Apenas um bando de velhos. Com grana. Como conseguiam? E de quanto se precisava? Todos nós morríamos falidos, e a maioria vivia assim. Era um jogo debilitante. Só calçar os sapatos pela manhã já era uma vitória."





Estraga Prazer


"Tem sempre alguém para estragar o dia da gente, senão a vida."

sábado, 25 de setembro de 2010



Serão Noturno

"Escrever é algo que deve ser reservado para as noites de pura bebedeira. Embriaguez e solidão são ingredientes chave. Poemas com rimas ou estórias que tenham começo e fim simplesmente não são para mim. A seguir você encontrará alguns dos resultados dos meus serões. Alguns são bons, a maioria não."



Meus camaradas

"Este leciona
aquele mora com a mãe
e aquele outro é sustentado por um pai
de cara vermelha e empapuçada
com o cérebro de um mosquito

este toma anfetamina
e vive as custas da mesma mulher há 14 anos
aquele escreve um romance a cada dez dias
mas pelo menos paga seu próprio aluguel

este perambula de um canto a outro
dormindo nos sofás,
bebendo e repetindo a mesmíssima cascata

este imprime seus próprios livros num mimeógrafo
aquele mora num banheiro coletivo abandonado
de um pulgueiro em Hollywood

este parece saber como conseguir bolsa atrás de bolsa,
sua vida é um constante preencher de formulários
este é simplesmente rico e mora nos melhores lugares
enquanto bate nas melhores portas

aquele toma café da manha com William Carlos Willians
e este leciona
e aquele leciona
e este expele manuais com todas as dicas
e fala daquele jeito cruel e dominante

eles estão em toda parte todo mundo
é um escritor e quase todo escritor é um poeta
poetas poetas poetas

a próxima vez que o telefone tocar será um poeta
a próxima pessoa que bater nessa porta será um poeta
este leciona aquele mora com a mãe
e aquele está escrevendo uma tese sobre o Ezra Pound
oh irmãos, nos somos os mais doentios
e sórdidos da raça humana."


Poema dos meus 43 anos


"Terminar sozinho no túmulo de um quarto
sem cigarros nem bebida
-- careca como uma lâmpada, barrigudo, grisalho,
e feliz por ter um quarto. ...

De manhã eles estão lá fora
ganhando dinheiro: juízes, carpinteiros,
encanadores, médicos, jornaleiros,
guardas, barbeiros, lavadores de carro,
dentistas, floristas, garçonetes,
cozinheiros, motoristas de táxi...

e você se vira para o lado esquerdo
pra pegar o sol nas costas
e não direto nos olhos. "





Confissão

"Como um gato que vai pular na cama
sinto muita pena de minha mulher
ela vai ver este corpo rijo e branco
vai sacudi-lo e talvez sacudi-lo de novo:
"Henry!" e Henry não vai responder.

Não é minha morte que me preocupa,
é minha mulher deixada sozinha
com este monte de coisa nenhuma.
no entanto, eu quero que ela saiba
que dormir todas as noites a seu lado
e mesmo as discussões mais banais
eram coisas realmente esplêndidas

e as palavras difíceis que sempre tive medo de dizer
podem agora ser ditas:
eu te amo. "





Conversa às Três e Meia da Madrugada


"As três e meia da madrugada a porta se abre

e há passos na entrada que trazem um corpo,
é uma batida e você repousa a cerveja
e vai ver quem é.

Com os diabos, ela diz, você não dorme nunca?
e ela entra com o cabelo nos rolinhos
e num robe de seda estampado de coelho e passarinho
e ela trouxe a sua própria garrafa
à qual você gloriosamente acrescenta 2 copos;

O marido, ela diz, está na Flórida
e a irmã manda dinheiro e vestidos para ela,
e ela tem estado procurando emprego
nos últimos 32 dias.

Você diz a ela que é um cambista de jóquei
e um compositor de jazz e canções românticas,
e depois de uns dois copos
ela não se preocupa em cobrir as pernas
com a beira do robe que está sempre caindo.
não são pernas nada feias,
na verdade são pernas ótimas,
e logo você está beijando

Uma cabeça cheia de rolinhos,
e os coelhos estão começando a piscar,
e a Flórida é longe,
e ela diz que não somos realmente estranhos
porque ela tem me visto na entrada.
e finalmente há muito pouca coisa para se dizer."

A Genialidade da Multidão


"Há bastante Deslealdade, Ódio, Violência,
Absurdo no ser humano comum
Para suprir qualquer exército em qualquer dia.

E o melhor no Assassinato
São aqueles que pregam contra ele.
E o melhor no Ódio
São aqueles que pregam o Amor.
E o melhor na Guerra- finalmente -
São aqueles que pregam a Paz.

Aqueles que pregam Deus precisam de Deus.
Aqueles que pregam Paz não têm Paz.
Aqueles que pregam Amor não têm Amor.

Cuidado com os Pregadores
Cuidado com os Sabedores
Cuidado com Aqueles que estão sempre lendo livros
Cuidado com Aqueles que detestam a Pobreza
ou que são orgulhosos dela
Cuidado com Aqueles que elogiam fácil
Porque eles precisam de elogios de volta.

Cuidado com Aqueles que censuram fácil:
Eles têm medo daquilo que não conhecem
Cuidado com Aqueles que procuram constantes multidões;
Eles não são nada sozinhos.
Cuidado com o Homem Comum
com a Mulher Comum
Cuidado com o Amor deles.

O Amor deles é Comum,
Procura o Comum
Mas há Genialidade
Em seu Ódio
Há bastante Genialidade.

Para matar Você,
Para matar Qualquer Um.
Sem esperar Solidão
Sem entender Solidão

Eles tentarão destruir Qualquer Coisa
Que seja diferente deles mesmos
Incapazes de criar Arte
Eles não irão compreender Arte
Eles vão considerar sua falha como Criadores
Apenas como uma Falha do Mundo
Incapazes de amar completamente

Eles vão acreditar que seu amor
É Incompleto
E Eles vão odiar Você
E seu Ódio será Perfeito

Como um Diamante Brilhante
Como uma Faca
Como uma Montanha
Como um Tigre
Como Cicuta
Sua mais Fina Arte"

sábado, 18 de setembro de 2010





Todas as Mulheres
do Mundo


"Todos os beijos delas, as formas variadas
como amam e falam e carecem.
suas orelhas elas todas têm orelhas
e gargantas e vestidos e sapatos e automóveis
e ex- maridos, principalmente.

As mulheres são muito quentes
elas me lembram a torrada amanteigada
com a manteiga derretida nela.
há uma aparência no olho:
elas foram tomadas, foram enganadas.
não sei mesmo o que fazer por elas.

Sou um bom cozinheiro,
um bom ouvinte mas nunca aprendi a dançar
- eu estava ocupado com coisas maiores.

Mas gostei das camas variadas delas
fumar um cigarro olhando pro teto.
não fui nocivo nem desonesto.
só um aprendiz.

Sei que todas têm pés
e cruzam descalças pelo assoalho
enquanto observo suas tímidas bundas na penumbra.

Sei que gostam de mim
Algumas até me amam
mas eu amo só umas poucas.

Algumas me dão laranjas e pílulas de vitaminas;
outras falam mansamente da infância
de pais e paisagens;

Algumas são quase malucas
mas nenhuma delas é desprovida de sentido;
Algumas amam bem, outras nem tanto;

As melhores no sexo
nem sempre são as melhores em outras coisas;
todas têm limites como eu tenho limites
e nós aprendemos rapidamente.

Todas as mulheres
todos os quartos de dormir
os tapetes as fotos as cortinas,
tudo mais ou menos como uma igreja
só raramente se ouve uma risada.

Essas orelhas, esses braços
esses cotovelos, esses olhos olhando,
o afeto e a carência me sustentam, me sustentaram."



Causa e efeito

"Os melhores geralmente morrem
por suas próprias mãos
apenas para escapar
e aqueles que ficam pra trás
nunca conseguem compreender
por que alguém iria querer escapar deles..."




Trégua



"Revólver sobre a lareira
Nesse momento
eu tenho deixado de lado
todo o estudo de sociologia
Nós não merecemos
uma pausa
Não precisamos de
uma
Não podemos disperdiçar
nosso tempo

Ainda assim,
por alguma razão,
eu fico
e entrego minhas armas. "



Melancolia


"A história da melancolia inclui todos nós.
eu escrevo em lençóis sujos
enquanto olho para paredes azuis e nada.
eu já me acostumei tanto com a melancolia
que eu a recebo como uma velha amiga.

e agora eu terei 15 minutos de aflição pela ruiva perdida,
eu digo aos deuses.
eu faço isso e me sinto bastante mal
bastante triste
então eu levanto LIMPO
apesar de que nada está resolvido.

isso é o que eu ganho por chutar a religião na bunda.
eu deveria ter chutado a ruiva na bunda
onde o cérebro e o pão e a manteiga dela estão...
mas, não, eu me senti triste por tudo:

a ruiva perdida foi apenas outro rompimento
em uma vida de perdas...
eu ouço a bateria no rádio agora e sorrio.
há alguma coisa errada comigo além da melancolia..."

sexta-feira, 17 de setembro de 2010







Tanque Cheio



"A carne cobre o osso
e eles colocam uma mente ali dentro
e algumas vezes uma alma,
e as mulheres quebram vasos contra a parede
e os homens bebem demais
e ninguém acha o escolhido
mas continuam procurando

rastejando pra dentro e pra fora das camas.
carne cobre o osso
e carne procura por mais que carne.
não há chance alguma:

nós estamos todos presos por um destino singular.
ninguém nunca encontra o escolhido.
os esgotos da cidade enchem
os ferros-velhos enchem
os hospícios enchem
os hospitais enchem
os cemitérios enchem
nada mais enche."