Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010






Bukowski, o humilde


"Fui até a gaiola e olhei meu canário vermelho. A tinta estava desbotando, algumas das penas amarelas começavam a aparecer. Era uma bela ave. Olhou para mim e olhou para trás. De repente, emitiu um pequeno trinado, ``piu``, e de alguma forma isso me fez sentir bem. Eu era fácil de agradar. O resto do mundo é que era o problema. "

Nenhum comentário:

Postar um comentário