Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 19 de março de 2010




Dieta


"Você se determina a ser um escritor famoso fazendo coisas instintivas que alimentam você e a palavra, que te protegem contra a morte em vida. É diferente para cada um, E, para cada um muda. Uma época, significava pra mim beber muito, beber até a loucura. Afiava a palavra para mim, a trazia á tona. E eu precisava do perigo. Precisava me colocar em situações perigosas. Com os homens. Com as mulheres. Com os carros. Com a fome. Com as apostas. Com qualquer coisa. Alimentava a palavra. Tive décadas disso. Agora mudou. O que eu preciso agora é mais sutil, mais invisível. É um sentimento no ar, palavras ouvidas. Coisas vistas. Ainda preciso de um trago. Mas agora estou em nuanças e sombras. Sou alimentado com palavras, por coisas que mal me dou conta. Isto é bom. Escrevo uma merda diferente agora."

Nenhum comentário:

Postar um comentário