Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 17 de abril de 2010



Traduzindo Poesia



Condicionado sob o montículo da coragem o iminente retângulo mesquinho falsificado não é mais que um gene em Gênova um quádruplo Quetzalcoatl e a chinesa chora agridoce e bárbara dentro de seu regalo!


"- É lindo, vocês não acham? - Mas do que é mesmo que ele está falando ? Está falando em chupar xoxota. Sinceramente, eu espero que ele chupe xoxota melhor do que escreve..."



Dor nossa, minha dor, esta dor de vagabundo estrelas e listras de dor, cataratas de dor ondas de dor, dor com desconto por toda parte...

"- Ele parou de falar em chupar xoxota. Agora diz que não se sente bem. "



Uma dúzia de frade, um primo de primo toma estreptomicina e, propício, engole meu gonfalon, Eu sonho o plasma de carnaval do outro lado do couro frenético.

"- Agora ele está se preparando para chupar xoxota de novo."



Sufoca, Columbia, e os cavalos mortos de minha alma saúdem-me nos portões saúdem-me dormindo, Historiadores vejam esse terníssimo Passado saltado com sonhos de gueixas, mortos treinados com importunismo!

"- Na verdade ele não está dizendo muita coisa. Basicamente, o que está dizendo é que não consegue dormir á noite. Precisa arranjar emprego. "


... O lemming e a estrela cadente são irmãos, a disputa do lago é o El Dorado de meu coração. Venha tomar minha cabeça, venha tomar meus olhos, me surre com uma espora...

"- Agora está dizendo que precisa de uma mulher grande e gorda pra bater nele."

Nenhum comentário:

Postar um comentário